Transcrições

Transcrição do vídeo: Em que tempo você vive?

Esse texto é transcrição do vídeo que pode ser acessado AQUI.

Olá, pessoal!

Eu queria começar o vídeo de hoje fazendo uma pergunta aparentemente simples: passado, presente ou futuro: em qual desses tempos você vive?

A resposta pode parecer óbvia: ora, vivemos no presente.

A gente vai ver que não é tão óbvia assim.

De fato, o presente é o momento em que fazemos tudo que vai compor a história da nossa vida. É no presente que nós encontramos pessoas, que nós fazemos coisas, que nós trabalhamos etc.

smartphone-1987212_640O passado existe, pra você, como memória, ou seja, é um processo mental. Se é um processo mental, é algo interno. É algo que não está fora, não está no mundo.

O futuro, por outro lado, existe enquanto projeto, enquanto expectativa. Portanto, é imaginação, e imaginação também é um processo mental. Se é um processo mental, também é interno. Não está naquele mundo da “vida vivida”.

Então, a não ser que algum dia, alguém construa uma máquina do tempo, só há o presente para que nós possamos viver e realizar coisas.

Passado e futuro vão existir para nós, a cada momento, como processos mentais. Portanto, instâncias (lugares) onde nós não poderemos viver.

É impossível viver no passado. É impossível viver no futuro.

Agora, uma outra pergunta.

Dá pra tentar viver no passado ou viver no futuro?

Isso dá.

Só que aí, como essa é uma impossibilidade de fato, o que a gente vai entender é que, quem tenta viver no passado, quem tenta viver no futuro, sofre sempre as consequências.

Essas consequências vão trazer pra gente sintomas, doenças, patologias que estão entre as coisas que a gente mais ouve falar hoje em dia, em todos os lugares.

Mas isso é o que nós vamos desenvolver nos próximos vídeos: quais são as “patologias do tempo”? Quais são os problemas das pessoas que se encarceram, que se aprisionam numa tentativa de viver no passado ou numa tentativa de viver no futuro.

Você não pode perder esses próximos vídeos, porque eles estão muito interessantes e vão esclarecer, com certeza, muitas dúvidas que talvez você tenha sobre ansiedade, pânico, depressão, e outras coisas que a gente vai deixar pra falar quando for a hora dos vídeos aparecerem.

 

Esse texto é transcrição do vídeo que pode ser acessado AQUI.

Imagens: Pixabay.com

 

Deixe uma resposta