Transcrições

5 exercícios contra ansiedade

Para assistir a este vídeo CLIQUE AQUI.

 

Olá, pessoal, tudo bem?

Meu nome é Rodrigo Giannangelo e estamos aqui para mais um vídeo da série sobre ansiedade.

Semana passada a gente falou um pouquinho sobre o que constitui a ansiedade na vida de uma pessoa, ou seja, ansiedade do ponto de vista existencial.

E a gente falou, então, sobre o que é ansiedade, o que provoca a ansiedade.

Agora, o que fazer quando realmente eu me sinto ansioso.

Há pessoas que têm crises de ansiedade, às vezes menos graves, às vezes mais graves, e não sabem o que fazer naquele momento, e simplesmente esperam passar. Esse “esperar passar” pode demorar meia hora, uma hora, ou às vezes muitas horas, ou às vezes vai ser algo que você vai carregar durante um dia inteiro, ou até durante mais tempo.

Então, a ideia é que a gente traga hoje alguns exercícios simples, práticos e muito objetivos, que podem ajudar você durante uma crise de ansiedade.

A primeira coisa muito importante que eu vou dizer é: na medida do possível, nunca esteja sozinho.

Às vezes, as pessoas quando são tomadas pela ansiedade tendem a se isolar, ou seja, não querem mostrar para os outros, não querem preocupar ninguém, então elas querem ficar sozinhas. Isso certamente vai piorar os sintomas, porque você vai se isolar naquela cadeia de pensamentos obsessivos que vão caracterizando o problema da ansiedade, e você vai ter mais dificuldade de sair deles. De preferência, que seja uma pessoa referência pra você; uma pessoa de apoio, que vai acompanhar você durante todo esse processo. Se não tiver outra maneira de você estar com alguém, eu recomendo que você ligue ou que você mande mensagem. Que você avise alguém que aquilo está acontecendo. Esse porto seguro é muito importante. Durante a crise de ansiedade, a gente tende a se sentir inseguro, a gente tende a ter medo de algumas coisas. Então essa é a primeira dica. Mais que um exercício, uma dica.

face surpresaSegunda coisa muito importante: você vai encontrar por aí v[arias técnicas, vários métodos, mas o importante é que você tenha em mente. Durante todo o processo também, você tem que realizar exercícios de respiração. Enquanto a gente está ansioso, o nossos sistema neurovegetativo está hiper excitado, ele está gerando uma série de situações, uma série de sensações pelo corpo todo – e quem já sofreu com ansiedade sabe muito bem quais são esses sintomas (taquicardia, sudorese etc.) – e um desses problemas, que é acarretado pelo sistema neurovegetativo, é que a nossa respiração tende a ficar curta e rápida, ou seja, você começa a respirar mal. E respirar mal vai criar um círculo vicioso em relação aos seus sintomas. Respirando mal, você vai se oxigenar mal e vai ficar pior da ansiedade. Então, segunda dica muito importante: tente, ao máximo, manter a sua respiração lenta e profunda. Ou seja, inspirar uma quantidade boa de ar, de preferência pelo nariz, e, na hora em que você inspirar você enche, não o tórax, mas a barriga – joga o ar lá para a barriga, ou seja, faz uma respiração com o diafragma funcionando, e expira pela boca.

‘Ah, mas durante a crise de ansiedade é difícil respirar assim’.

Ok, é verdade, mas a gente precisa tentar, a gente precisa exercitar. Porque, quanto mais você tenta – mesmo que num primeiro momento você não esteja conseguindo – mais você relaxa, e mais próximo você fica de conseguir.

Terceiro exercício: tencionar os músculos, ou seja – como o pessoal da academia às vezes vai para a frente do espelho, pra ver se tá legal, pra ver se tá ficando musculoso – e faz aquela força, e deixa o corpo todo duro, tenso. Você vai fazer isso, de preferência sentado ou deitado, você retesa todos os músculos, tenciona todos os músculos durante alguns segundos, e de uma vez, de repente, você solta. Cada vez que você faz isso você vai relaxando mais e mais.

De novo, ‘ah, no começo eu não consigo muitos segundos’. O quanto você conseguir, melhor. Quanto mais você fizer, mais tempo você consegue. Segure os músculos bem tensionados – os músculos dos braços, das pernas, barriga, costas – e depois solta tudo de uma vez.

Quarto exercício: quando a gente está ansioso – a gente já falou isso no vídeo da semana passada – a gente tende a sair do momento presente. A gente fica pré-ocupado, ou seja, a gente se ocupa antes de alguma coisa acontecer, a gente tenta antecipar coisas que não aconteceram, a gente tem medo do futuro, ou a gente cria uma expectativa muito grande em relação ao futuro, e isso faz com que os sintomas da ansiedade piorem.

Então, qualquer coisa que você puder fazer pra tentar se manter ao máximo no momento presente – tem pessoas que praticam meditação, por exemplo, tem pessoas que criam mantras, ou seja, frases pra você repetir pra si mesmo, pra dizer que está tudo bem, que você já passou por aquilo, que aquilo não vai fazer você ter um “peripaque” – que dia é hoje, que horas são, qual o meu nome, onde eu estou… tudo que você puder fazer pra lhe ancorar no momento presente, com certeza também vai lhe ajudar.

Quinto exercício (e esse é um presente que a gente guardou para o final): eu vou fazer mais um vídeo, um vídeo curto, com uma indução chamada “indução hipnótica de Dave Elman”, que é extremamente eficaz pra você, no momento da ansiedade, reduzir os sintomas, relaxar e se sentir muito melhor.feelings-1943568_640

Está lá no começo do vídeo, eu passei por essa situação muito recentemente – falando sobre ansiedade, e fazendo essa série de vídeos sobre ansiedade… Um belo dia eu fui procurado pelo WhatsApp por uma pessoa que eu estou acompanhando, e essa pessoa me disse que estava com uma crise de ansiedade muito feia, muito brava. Ela não conseguia sair da cama, ela chorava muito, o tempo inteiro, ela se sentia muito mal, sentia que estava passando mal, e eu não podia ir até ela, nem ela podia vir até mim.

Então a gente, conversando pelo WhatsApp, teve que fazer as instruções ali pra que ela fizesse alguma coisa pra sair daquele estado. Então todas essas dicas, que a gente trouxe hoje pro vídeo, foi aquilo mesmo que eu fiz com essa pessoa – por mensagem de áudio, por mensagem de texto – e em coisa de 15 a 20 minutos essa pessoa conseguiu relaxar completamente (no final, inclusive, ela estava quase dormindo), porque de fato são coisas que vão ajudar quando você tiver uma crise de ansiedade.

Espero que você tenha outras formas de cuidar de si, pra que essa ansiedade não aconteça, existem outras práticas, outras terapêuticas… eu falei de meditação, a gente pode falar de ioga, acupuntura (tem um vídeo aqui no canal falando sobre acupuntura auricular, por exemplo), hipnose, acompanhamento psicológico, acompanhamento médico, exercícios físicos, tudo isso vai ajudar no controle da ansiedade.

Agora, se você estiver em crise, espero que o vídeo de hoje ajude e que a gente possa, já nas próximas semanas, começar a mudar o foco para outros assuntos ou outras abordagens, mesmo que seja sobre o mesmo tema, ansiedade.

 Para assistir a este vídeo CLIQUE AQUI.

 

Fotos: Pixabay.com

Deixe uma resposta