Artigos, Maquinações

O QUE É PERSONALIDADE ESQUIZOIDE?

Em primeiro lugar, vale alertar: personalidade esquizoide (ou esquizotípica) não é sinônimo de esquizofrenia, embora ambas tenham características comuns.

Dados norte-americanos sugerem que cerca de 3,1% a 4,9% da população têm personalidade esquizoide (PE), sendo ligeiramente mais comum entre os homens.

A PE é mais comum em famílias que já têm outros indivíduos com PE ou esquizofrenia.

É comum nos indivíduos com PE a ocorrência de outros transtornos psíquicos, como depressão maior.

O termo ESQUIZO vem do grego SKHIZEIN, que significa “separar, partir”.

De que separação estamos falando na personalidade esquizoide?

A separação entre o ‘eu’ e o ‘mundo’.

Quando nasce, o bebê não tem noção de que existe essa divisão. Em sua vivência, o mundo é mera extensão de si mesmo.

Com o passar do tempo, a maturação neurológica se une a novas vivências e produz duas compreensões importantes:

1. O mundo não é uma continuação da criança, mas uma entidade formada por ‘outros’ autônomos: outras pessoas, outras coisas, com outras vontades e outras regras de causalidade; E

2. O mundo não existe para satisfazer os desejos e necessidades da criança, ou seja, não “gira em torno dela”.

O sujeito com personalidade esquizoide é alguém que, provavelmente, teve problemas para desenvolver essas compreensões (uma delas, ou ambas).

Por isso, as características da personalidade esquizoide (PE) refletem essa dificuldade em distinguir e reconhecer o “outro como outro”, isto é, como ente independente e autônomo em relação ao ‘eu’.

São alguns desses caracteres:

EM RELAÇÃO A SI MESMO

– Sensação de ser diferente dos outros (especial), de não se encaixar na sociedade e nos grupos sociais;

– Modo de pensar, falar, vestir etc. excêntrico, que desconsidera convenções sociais;

– Crença de que tem “poderes especiais”, como a capacidade de ler a mente dos outros (telepatia), prever situações futuras (premonição), alterar a realidade física etc.

– Ideias de referência, ou seja, crença de que acontecimentos do mundo tem alguma relação consigo (por exemplo, o sujeito pode estar no Metrô, ver duas pessoas sorrirem do outro lado do vagão, e achar que estão rindo dele);

– Alucinações auditivas ou visuais, distorções da percepção;

– Discurso com construções de frase e/ou vocabulário muito diferente do habitual (às vezes, esse discurso também é divagante e pouco objetivo);

EM RELAÇÃO AOS OUTROS

– Percepção dos outros como ameaça, alvos de desconfiança;

– Ideias de perseguição, em que os outros estão envolvidos em tramas para lhe fazer mal;

– Relações superficiais (amizades, amorosas, de trabalho);

– Maior apego a coisas, e menor a pessoas;

– Em situações sociais, parece “desligado” (distante, apático), mas, internamente, se sente angustiado.

A PE costuma implicar sofrimento aos sujeitos.

Nestes casos, recomenda-se a intervenção psicoterapêutica.

Imagem destacada: mundoincrivel.org

2 comentários em “O QUE É PERSONALIDADE ESQUIZOIDE?”

  1. Sou psicólogo e atendo pelo eixo psicanalítico e adorei as informações apesar de ja ter estudado sobre, muito importante as dicas… amei, parabéns

    1. Obrigado, José!
      Vou continuar escrevendo uma série de pequenos textos sobre tipos de personalidades e psicopatologias. Se quiser, se inscreva no Blog pra receber as notificações dos próximos. Abraços!

Deixe uma resposta