Artigos, Maquinações

JUSTIN BIEBER PENSOU EM SUICÍDIO NO AUGE DA FAMA

suicídio

O cantor pop Justin Bieber revelou ter vivenciado pensamentos suicidas na adolescência, no auge de sua fama mundial. A declaração está no documentário ‘Justin Bieber: Next Chapter’, lançado no início de novembro.

Há uma crença comum de que pessoas financeiramente bem sucedidas não têm motivos para sofrer de depressão. Mas esta é uma ideia equivocada.

Segundo Justin, a ideação suicida aconteceu em meio a uma profunda crise de depressão.

“Teve momentos em que eu pensei muito em suicídio. Pensava em algo tipo ‘cara, essa dor vai passar algum dia?’. Era tão consistente, a dor era tão consistente. Eu estava sofrendo, então pensava: ‘Prefiro não passar por isso’”, disse.

Ataques públicos e críticas pessoais desencadearam o problema psicológico.

“Eu não tinha ideia de que seria sugado por todas essas coisas. Havia tantas pessoas que eram tão más. Pessoas aleatórias que estavam tipo, ‘Você é péssimo’, ‘Você parece uma garota’. Eu queria me livrar disso e agir como se isso não me incomodasse, mas essas coisas me incomodavam e afetavam como eu agia e como tratava as pessoas”, explicou.

Como ajudar alguém que pensa em suicídio?

justin bieber

A intenção de realizar suicídio pode se manifestar de diversas maneiras, mais sutis ou mais explícitas.

As pessoas podem publicar conteúdos (frases, imagens) relacionados a morte nas redes sociais, abandonar atividades cotidianas, isolar-se, dizer frases como “a vida perdeu o sentido” etc.

Se você imagina que conhece alguém que está passando por isso, o mais importante é manter-se próximo e demonstrar disposição para conversar, sem crítica ou julgamento.

Evite frases que tentem relativizar ou diminuir a importância do que a pessoa está sentindo, como “tem gente passando por coisa pior” ou “agradeça o que você tem de bom”. Comentários como esses podem piorar a sensação de culpa ou de impotência diante do sofrimento.

Procurar ajuda profissional é fundamental para que a pessoa inicie o quanto antes um processo de cuidado psicológico e psiquiátrico.

Diante de uma possível emergência, comunique a família, ligue para o SAMU (192), ou leve a pessoa para um serviço de emergência médica.


CONTEÚDO RELACIONADO:


ENTRE EM CONTATO:

Psicólogo Rodrigo Giannangelo
CRP-SP 56201

CONHEÇA E SIGA-NOS NO INSTAGRAM!

Deixe uma resposta