Artigos

A RELIGIOSIDADE PODE SER CONTRÁRIA À GENEROSIDADE

RELIGIOSIDADE

Crianças criadas em ambientes religiosos são menos propensas a ser generosas, enquanto aquelas que crescem em lares não religiosos tendem a ser mais altruístas.

É o que diz um experimento da Universidade de Chicago, realizado com menores de 5 a 12 anos de idade.

A pesquisa também perguntava aos pais se seus filhos eram mais ou menos generosos. Pais e mães mais religiosos acreditam que seus filhos são mais altruístas, mesmo que os experimentos tenham mostrado algo diferente.

A religiosidade também faz com que as crianças sejam mais severas na hora de condenar as outras por danos interpessoais, como, por exemplo, empurrões.

Duas ideias principais podem estar por trás desses resultados. Em primeiro lugar, pessoas religiosas sentem que seu engajamento espiritual já é um ponto positivo em si, o que, de certa forma, as desobriga de outras condutas altruístas.

Segundo, a idealização de uma figura de autoridade transcendental as torna mais preocupadas em pensar que seus filhos tenham a generosidade como valor, ao mesmo tempo em que as deixa mais severas em relação ao julgamento das atitudes dos outros.

RELIGIOSIDADE

VEJA TAMBÉM

https://rgpsicologia.blog/


Um comentário em “A RELIGIOSIDADE PODE SER CONTRÁRIA À GENEROSIDADE”

Deixe uma resposta