Artigos, Maquinações

LUTO NA TERAPIA: MELHOR FALAR OU CALAR?

Por uma dessas infelizes coincidências que em minha profissão são “ossos do ofício”, nas últimas duas semanas tive a experiência de atender várias pacientes que haviam sofrido perdas pessoais importantes no dia ou poucos dias antes de nossa sessão. Por vezes, basta uma escuta qualificada, um compartilhar a vivência que encontre no terapeuta uma compreensão genuína e uma aceitação incondicional. Porque não há solução, mas o peso da vivência não precisa ser enfadonho.

Artigos, Maquinações

VOCÊ SABE QUAL A SEMELHANÇA ENTRE O PSICOTERAPEUTA E O JARDINEIRO?

Uma semente já tem dentro de si a tendência a tornar-se planta. Ao cuidador, resta fornecer as condições para que essa força interna se manifeste em sua plenitude, o que implica controlar a quantidade de água, terra, minerais, sol e vento no entorno. Uma interessante analogia entre a tendência ao crescimento dos vegetais e a vida humana foi feita pelo psicólogo norte-americano Carl Ransom Rogers (1902-1987), fundador da Abordagem Centrada na Pessoa, corrente da chamada Psicologia Humanista, no contexto pós Segunda Guerra.

Artigos, Maquinações

CONTER RAIVA CONTRIBUI PARA AUMENTO DA ANSIEDADE

Pode não parecer, mas a raiva e a ansiedade se relacionam e potencializam uma a outra. Conter a raiva contribui para o aumento da ansiedade, piorando os sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada, por exemplo. A ansiedade pode preceder e antecipar a raiva: numa situação de risco ou hostilidade, prestes a ocorrer, ela aparece como um alerta de que não estamos no controle da situação e que as estratégias corriqueiras de contenção da raiva estão prestes a fracassar.

O Novíssimo Semblante da Terapia Online
Artigos, Maquinações

O Novíssimo Semblante da Terapia Online

Enquanto algumas atividades econômicas vão sendo retomadas timidamente, e outras ainda aguardam sua vez, um contingente enorme de pessoas tem se utilizado da mais nova ferramenta de autoconhecimento e alívio do sofrimento psíquico disponível: a terapia online.

Artigos, Maquinações

COMO SABER SE ESTOU DEPRIMIDO OU APENAS DESANIMADO?

Como o termo depressão já ocupou a vida cotidiana, é importante dizer: nem tudo que parece, é depressão. Há pessoas que se dizem depressivas, sem nunca terem passado por uma avaliação diagnóstica. Situações intensas de desânimo e/ou tristeza são comumente confundidas com quadros patológicos. De fato, é frequente, na sociedade atual, as pessoas considerarem doentia… Continuar lendo COMO SABER SE ESTOU DEPRIMIDO OU APENAS DESANIMADO?